Mesmo com todo o avanço da engenharia automotiva, ainda acontece de os veículos apresentarem algum tipo de pane e simplesmente pararem, mesmo que você siga à risca a manutenção, conforme é orientado pelo manual do fabricante. Algumas das mais comuns são as panes elétricas, no sistema de arrefecimento ou de transmissão e até mesmo deficiência da lubrificação do motor.

As luzes que aparecem no painel são indicadores importantes, que você não deve ignorar.  No caso das luzes amarelas, é um sinal de que seu veículo ainda pode ser conduzido, mas é necessário verificar a ocorrência.

Já no caso das luzes vermelhas, a indicação é de que o problema é grave e que você deve parar imediatamente, pois continuar rodando pode gerar transtornos ainda maiores e até mesmo colocar sua segurança risco. No caso de acender a luz vermelha do sistema de arrefecimento significa que o motor está trabalhando acima da sua temperatura de funcionamento, que pode ser gerado por alguns fatores.

Se seu carro não ligar pela manhã, a pane é elétrica, e o mau funcionamento de dispositivos como rádio, alarme, travas e vidros também são indícios de problemas elétricos, já que mesmo parado o carro consome energia da bateria. Para evitar descarregar a bateria, não deixe o rádio ou faróis ligados com o carro desligado; e se for instalar um som potente, avalie se o componente está de acordo com a capacidade da bateria.

Se ao acelerar o carro ele começar a patinar, não sair do lugar ou parar completamente, pode ser que a embreagem esteja desgastada e isso pode ocorrer devido ao seu mau uso, como subir em rampas com o carro frio; não pisar fundo no pedal ao trocar as marchas; e dirigir sem tirar o pé da embreagem. Ela faz parte do sistema de transmissão e em algumas situações o problema pode ser apenas no sistema de acionamento da embreagem e não propriamente na peça.

No caso de o motor parar de funcionar, pode ser pelo uso de lubrificante errado, baixo nível de óleo e até mesmo a demora em trocá-lo. Para evitar problemas, basta seguir o período de manutenção indicado pela montadora, conforme é descrito no manual do fabricante. E sempre que possível, verifique o nível de óleo com auxílio da vareta que tampa o reservatório ou, posto de gasolina ou oficina.

Com informações de Tarcisio Dias para o Motor1.com

Open chat
1
Olá! É um prazer receber você em nosso site!
Se quiser tirar alguma dúvida, clique aqui.