O cinto de segurança com pré-tensor e o airbag foram retirados da lista de produtos controlados pelo Exército, conforme a Portaria nº 118, publicada pelo Ministério da Defesa.

Dessa maneira, os itens de segurança não dependem mais dos carimbos do Exército para serem liberados, facilitando a importação.

O objetivo é diminuir o valor dos veículos nas concessionárias, já que os custos das montadoras, com a regularização dos acessórios, eram repassados para o consumidor final.

Com informações da Quatro Rodas e imagem de divulgação da Latin NCAP.

1
Olá! É um prazer receber você em nosso site!
Se quiser tirar alguma dúvida, clique aqui.
Powered by