Existem diferentes motivos que fazem o carro acelerar ao pisarmos na embreagem, entretanto, o mais comum é para ajudar o motorista na hora da saída em primeira marcha. Essa assistência também pode ocorrer com o carro em movimento, para manter o motor na mesma rotação durante a troca de marcha.

Porém, devemos ficar atentos caso essa aceleração comece a ocorrer repentinamente, pois pode ser algum problema mecânico.

Não podemos confundir essa reação do veículo com o assistente para redução de marcha, um recurso que executa o punta-tacco – ato para ganhar tempo no contorno de curvas. Nele você controla o volante com a mão esquerda, troca de marcha com a mão direita, pisa na embreagem com o pé esquerdo e aciona simultaneamente os pedais de freio e acelerador, tudo exatamente ao mesmo tempo – sozinho, em esportivos.

Outro motivo que pode fazer o carro acelerar sozinho é quando ligamos o motor frio. Nesse momento, a injeção eletrônica eleva a marcha por alguns minutos para agilizar o processo de aquecimento do conjunto.

Também existem os carros que podem elevar a rotação por conta do ar-condicionado, outros até mesmo quando o farol alto é ligado. Tudo por conta da demanda de eletricidade que ocorre de forma repentina.

Fonte: Quatro Rodas

1
Olá! É um prazer receber você em nosso site!
Se quiser tirar alguma dúvida, clique aqui.
Powered by